Processos criativos e auto-conhecimento.

Tem que ser pequeno,
Porque quero terminar, grandes projectos fazem-me saturar.

Tem que ser geométrico,
Aplicar estudo e lógica com análise, a minha parte racional.

Tem que ser vibrante,
Cortar as linhas rectas com linhas curvas para conseguir o equilíbrio.

Tem que ser harmonioso,
A conjugação tem que ser perfeita para atingir a parte emocional.

A obra possui, é sempre, o reflexo do estado de espírito de quem a produz. Se ela for feita sem imposições, conseguimos sempre observar, características comportamentais do seu criador.

O que me encontro a pintar é, exactamente isso, o meu estado de espírito. Como me sinto neste preciso momento. É impressionante como consigo sair do processo criativo e conseguir fazer a minha própria critica do que estou a pintar – auto-conhecimento.

Neste momento…
“I’m dancing with myself ”
Billy Idol

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.