Quando tudo muda

Um rebuliço,
ou um sossego?

Períodos sossegados,
processamos e fazemos planos,
tranquilamente assentamos ideias,
motivamos o corpo,
estimulamos o pensar,
brisas correm,
aragens passam,
o mundo gira,
e nós?
No silêncio nos encontramos,
de corpo e alma,
sem grandes oscilações,
estamos focados.

Mas eis que surge o rebuliço.

Damos o passo,
movimenta-se todo o espaço,
e o tempo, deixa de ter o mesmo número de horas,
e o corpo, pesa,
e as brisas, começam-nos a querer empurrar,
as aragens, passam a correntes de ar,
o mundo, passou a ser um peão,
e nós?
Somos um peão no mundo.
O silêncio começa a emitir ruídos,
a ansiedade surge,
de todas as oportunidades,
cheia de oscilações,
a mente passou a divagar.

A roda viva da vida,
não nos permite estar sempre no mesmo lugar,
e queremos, estar sempre lá?
Entender e perceber,
que se lutámos por sair de um círculo,
novos desafios vão chegar.

Lidar com eles,
cabe-nos a nós perceber,
se,
em rebuliço ou sossego?

É no sossego que temos os pensamentos claros,
que desconstruímos barreiras,
que nos focamos no bem estar,
encontramos a lógica e a razão,
visualizamos as eventualidades,
que prevemos as emoções,
creio, que é no sossego,
que encontro a resposta.

Rebuliço, deixo-te no passado,
de um ser não sossegado.

Advertisements

13 thoughts on “Quando tudo muda

  1. Interesante cada una de tus líneas, porque el sossego puede tener muchos significados, por ende puedes imaginarte de muchas formas. Por alguna razón al leer esto me ubico en la cima de la montaña, donde solo se escucha la brisa hablar, y el ruido de nuestros pensamientos. Un gran abrazo.

    1. Sim é verdade, um sossego como uma emoção, por exemplo, sentimos o sossego de várias formas, de forma clara, calma…
      E sim, porque não? A calma e as brisas serenas de uma montanha enquanto, por vezes, nosso pensamento é constantemente levado para outros lugares.
      Agradeço imenso Sookeper.
      Um grande abraço para ti também.

  2. São tão humanas essas movimentações opostas mas complementares! Se as aceitarmos como naturais e parte de um processo de entendimento e crescimento, a vida acontece e vai fluindo em nós.
    Mas Irina, existe sempre uma parte intranquila na nossa natureza! Eu acho que isso é bom!
    Hoje é o dia do Sol! Aproveite-mo-lo!

    1. Creio que sim Dulce, estas movimentações são complementares, a vida nem sempre é linear, há oscilações e vamos encontrando uma harmonia em entender/compreender cada período que oscilamos, tanto em momentos melhores como em momentos piores.
      Mas, estes períodos de “rebuliço” é algo que ultrapassa um pouco essas oscilações, requer um pouco (da minha parte) de um entendimento mais profundo, para saber o porquê ele acontece. Então aí, convém relembrar em acalmar, sossegar e voltar a respirar devagar. 🙂
      E sim, vamos aproveitar este dia maravilhoso de sol, porque daqui a uns dias, não o verei com tanta frequência.
      Um beijinho.

  3. Estamos em constantes mudanças, Irina.

    Incrivelmente, aparentas um ser tão calmo, vejo que é fruto de grandes questionamentos. Estás em sossego.

    O que fomos, já não somos, cada vez somos melhores.

    Cumprimentos da “terrinha”.

    1. Nelson, já deixávamos de parte o “da terrinha” (my bad ok?!) 😛

      Sim, tens razão, o que fomos já não somos. Concordo plenamente com essas palavras, podemos “carregar” parte de que fomos, mas creio que somos versões melhoradas de nós mesmos.

      E sim, sou uma pessoa calma, obrigado 🙂

      Cumprimentos amigo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.