Porto, detalhes fotográficos

Hoje deixo apenas algumas fotos do Porto, provavelmente já as conhecem, são pequenas captações minhas. Um dia, poderei falar destes sítios, confesso que não ando com muito tempo. Deixo aqui umas imagens amadoras feitas nos meus passeios pela cidade. Bem, por hoje ficamos por aqui, noutro dia mostrarei mais um pouco de detalhes e monumentos desta cidade “Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta” cidade do Porto. Espero que tenham gostado. Continue reading Porto, detalhes fotográficos

Um passeio pelas ruas do Porto, Jardins do Palácio de Cristal.

Desde à um tempo que não escrevia nas jornadas pelo Porto, pois não tenho tido tempo e a meteorologia também não ajuda, mas como estamos todos quentinhos no conforto do lar e não temos que sair à rua e participar nas intempéries que se passam lá fora (mês de Dezembro aqui no Norte, acreditem, nem com três cobertores e dois pares de meias a coisa vai lá!), vou-vos falar de um passeio que já tinha feito à muitos anos mas que voltei a redescobrir agora à pouco tempo – Os Jardins do Palácio de Cristal e a zona das Galerias … Continue reading Um passeio pelas ruas do Porto, Jardins do Palácio de Cristal.

Pastelaria Serrana, Rua do Loureiro

Muitos que são do Porto, já se esqueceram e, os que vêm de fora, são os que a encontram, porquê? Não sei. O que vos posso dizer é que nunca tinha lá entrado. Não aparece nos ditos “roteiros turísticos” e questiono-me porquê? O que vos vou dar a conhecer é um espaço centenário, cheio da melhor arte que se fazia no tempo e com tão pouca divulgação! E pergunto eu “Como é possível? Eu comi ali a melhor bola de Berlim da minha vida!”  Agora, a questão curiosa, como é que eu dei com esta pastelaria? Que se situa MESMO ao lado … Continue reading Pastelaria Serrana, Rua do Loureiro

A Torre dos Clérigos

Hoje, muitos vão-me chamar de mentirosa, porquê? Bem, porque no último post dos meus textos desta categoria, mencionei que não iria falar de monumentos (pelo menos tão cedo…), que quando tivesse que falar neles, seria de forma diferente Apresentação D’Alma e Coração. Acho que vamos começar por um monumento, porquê? Para quem me segue, sabe que à pouco tempo pintei a Torre dos Clérigos, em aguarela (1) e então, nada melhor que um pouco de contexto. Eu avisei que não vou apresentar monumentos de forma muito convencional, pintei, achei por bem falar para aqueles que não conhecem. Para os que conhecem, … Continue reading A Torre dos Clérigos

Apresentação D’Alma e Coração

Dou inicio oficialmente, aos meus percursos virtuais D’Alma e Coração. Um projecto que vai ficar de momento apenas aqui, pelos blogues e entre os amigos e conhecidos, no futuro, quem sabe… tornar guia local (apenas no Porto). Mas, como não pretendo voar mais alto para alcançar o sol, vou mostrando o que conheço das formas que conheço e que posso. Portanto caros leitores & alguns amigos, vamos passar a parte das apresentações e vamos aos restantes assuntos. Desde já, quero agradecer o feedback que tive noutros posts referentes ao Porto, e espero ter sido útil nos contactos com os leitores, … Continue reading Apresentação D’Alma e Coração

Tunísia – Sidi Bou Said

Este ano, resolvi ir visitar a Tunisia, hoje, falarei da vila de Sidi Bou Said na da cidade de Tunes que, não foi visitada, no primeiro dia no país, mas é a minha eleita então, deixo aqui algumas notas e apontamentos sobre o que gostei. Sigo então, com o meu diário de viagem… O segundo dia na Tunísia foi dedicado a uma visita à capital, Tunes, e claro, não podíamos deixar de ver a incrível vila pitoresca de Sidi Bou Said. Estava curiosa de ver a que chamavam de “Santorini da Tunísia”, caracterizada pelas suas casas brancas e janelas azuis tão … Continue reading Tunísia – Sidi Bou Said

Apontamentos de viagens (parte I)

Ir para realidades tão contrastantes e ser indiferente? Não está no meu ser – passar ao lado. Se as compreendo e sei em que patamar se encontram? Sim sei, mentalidades e histórias não foram iguais. Criam culturas e diferenças por todo o mundo. Fito o azul do mar e tento não pensar em nada, não consigo, uma tranquilidade inquietante, atormenta-me. Porquê? Os meus pensamentos começam numa luta, de justificações, história, cultura, mentalidades… Já não tenho mão neles. Parto para a busca das justificações, não as consigo. Existem pontos em comum e variantes nas pessoas, como, em todos os sítios, não … Continue reading Apontamentos de viagens (parte I)