Felícia, fragmentos de um egocêntrico (parte III)

Felícia questionou-se, porque certas pessoas que decidem ser pais? Será opção, moda, ou, se como tudo na vida de seu pai, foi aquele momento de felicidade instantânea que depois de ter passado virou desinteresse. Só se apercebeu do “estranho” a quem chamava seu pai tarde demais, era a pessoa mais egocêntrica que tinha conhecido na vida. A vida girava à sua volta, causava destruição em todos os que rodeava, daqueles que realmente se preocupavam com ele. Desde a separação dos seus pais, ela tinha-o como um ídolo, muito fruto de manipulações mentais que sua mãe fazia em ambas as partes … Continue reading Felícia, fragmentos de um egocêntrico (parte III)

Felícia e a folha dourada, pequenos textos (parte II)

Foi aquele colégio, o maldito colégio em que Felícia se lembra ter passado os piores momentos da sua vida, em criança. Até, porque nessa altura, pouca vida sobrava fora desse espaço, noventa por cento das suas lembranças foram construídas ali, e todas elas, eram desagradáveis. Felícia, lembra-se daquele dia como se fosse ontem, o dia em que viu a folha dourada, ela brilhava, era belíssima… Era costume a sua professora pedir-lhe para ir buscar materiais que faltavam na aula, giz quando acabava, material de suporte quando não havia, ela era o alvo mais acessível devido ao seu alto nível de … Continue reading Felícia e a folha dourada, pequenos textos (parte II)

Felícia, pequenos textos (parte I)

Foi nessa noite que Felícia fincou o pé e marcou o seu ponto de vista sobre o assunto perante a sua mãe que lhe acabara de perguntar se já tinha telefonado ao seu pai. – Não, e não quero debater a vida dele. As escolhas que ele fez na vida foram dele, a vida é dele e eu, não posso viver as escolhas que ele fez. Posso ouvir mas mais que isso não. Não vou ser arrastada para os dramas que ele vive e, só quando está mal é que nos procura. Não vou ficar a pensar, não vou novamente … Continue reading Felícia, pequenos textos (parte I)