Passo a passo…

Enquanto houver estrelas no céu,que me permitam olhar,vou fixar toda a sua plenitude.e permitir-me sonhar.Durante anos não vi estrelas,estiveram timidamente escondidas.Imperceptíveis numa névoa,de dor e humilhação.Mas um novo acordar,fez-me despertar, a mente,para o presente,sentir, sem dor nem reprovação.Permitir sentir,apenas sentir-me,no momento,olhar-me e ser feliz.Gosto de abraçar o dia,e acariciar a noite.São pequenas conquistas,que nos fazem viver um dia devagar.    Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Continue reading Passo a passo…

Pessoas que inspiram

Inspirações que nos surgem de todos os lados, alegram-nos o coração enchem-nos o mundo de vida. Por vezes, estas inspirações, surgem quando menos esperamos, vêm de uma ou outra pessoa. Por vezes, sentimos que recebermos o mesmo que damos, sentimo-nos gratificados e ainda mais inspirados. Sentimos o reconhecimento, num agradecimento de traços, linhas, cores, concepções abstractas. Por vezes está alguém do outro lado que nos mostra como podemos partilhar ideias que nos preenchem. Trocamos interesses, ideias, filosofias, perspectivas, e das conversas – acrescentamos/retiramos. Ajuda mutua na arte de criar, olhos na arte, pintores que pintam a mesma tela, despretensiosamente, estabelecem … Continue reading Pessoas que inspiram

Durante muito tempo imaginei.

Quando se vive das artes, cria-se inúmeras inspirações, é recorrente os artistas se inspirarem aqui e ali. Viverem de sonhos e delírios, oh que coisa tão frequente! O que são musas? O que é a natureza? Etc… nem vou entrar por aí. Como pintora, seria desonesta não admitir que tenho as minhas inspirações, umas mais mediáticas que outras, umas visíveis outras menos visíveis. Hoje, creio que me apercebi de algo, inventei um personagem na minha cabeça que tem servido de inspiração, é estranho admitir isto, um(a) amigo/a imaginário. Aprendi muito com esse personagem, tanto mas tanto que é complicado verbalizar. … Continue reading Durante muito tempo imaginei.

Desapego e amor-próprio

Falar de tal tema pode parecer frio ou egocêntrico mas nada está mais longe da questão essencial, vejamos, ela é fundamental para o nosso crescimento pessoal, é fundamental o possuir para que interiormente consigamos desenvolver. Apego excessivos, no meu ponto de vista, atrasam a vida (porque acumulamos? porque não seguimos em frente após terminar um relacionamento? porque é que certa situação não nos permite avançar?). Ficamos reféns em vez de viver – enfrentar e realidade, romper ir ao desconhecido – entra-se no desconhecido, às vezes encontramo-nos perante medos. Se forem como eu, adoro, novos desafios, encontrar novas respostas e deixar … Continue reading Desapego e amor-próprio